Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

domingo, 12 de junho de 2016

Tragédia em Boate Gay - 50 mortos

O autor do massacre à boate Pulse em Orlando, Flórida, era um combatente do Estado Islâmico, informou a agência Amaq, ligada ao grupo extremista. No atentado deste domingo, pelo menos 50 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas. Segundo o FBI ele teria comprado armas nos últimos dias.

O autor do ataque matou 50 pessoas e foi identificado como Omar Mateen e morreu durante uma troca de tiros com a polícia. De acordo com fontes da NBC News, Mateen ligou para a polícia pouco antes de atacar a boate Pulse. Quando foi atendido, jurou fidelidade a (Abu Bakr al-)Baghdadi, líder do grupo terrorista Estado Islâmico. Apesar disso, um funcionário do FBI alertou que provar a ligação com o grupo requer mais investigação, pois o terrorista poderia ter atuado como "um lobo solitário". Autoridades, que falaram sob condição de anonimato, disseram que precisam descobrir se houve contatos diretos entre o EI e o suspeito.“O ataque contra uma boate para homossexuais em Orlando, Flórida, foi executado por um combatente do EI”, afirma o comunicado.


Segundo o FBI, o atirador comprou armas "mais ou menos na última semana". No ataque foram usados um revólver e um fuzil ao estilo AR15.

Em pronunciamento na TV, o presidente Barack Obama afirmou que era um ato de "terror e ódio". Sabe-se que Mateen esteve durante em 2013 e 2014 "sob o radar" do FBI, por suspeita de extremismo islâmico, mas na época nada ficou provado.

Na noite de sábado para domingo, Mateen alugou um carro e dirigiu de dirigiu de Port Saint Lucie até Orlando, segundo fontes do "Los Angeles Times".


Armado com um rifle e um revólver, o atirador abriu fogo antes de fazer vários reféns, de acordo com relatos da mídia local. Foram disparadas dezenas de tiros, e o autor tinha um dispositivo junto ao corpo, que poderia ser uma bomba.

Um policial que trabalhava como segurança dentro da boate Pulse trocou tiros com o suspeito e, na sequência, uma equipe de policiais entrou no local e matou o atirador. Não foi esclarecido em que momento o homem armado atirou nas vítimas.

Mateen tinha 29 anos e um filho de 3 anos. Sua ex-mulher o descreveu como uma pessoa agressiva.



Fonte : O Globo