Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Mapa de Turismo Brasileiro - Nota máxima para Cabo Frio e Búzios



Cabo Frio e Armação dos Búzios, receberam a nota máxima no "Mapa do Turismo Brasileiro", uma avaliação do Ministério do Turismo divulgada nesta terça-feira (12). O levantamento é um raio-x do setor, que identificou 2.075 cidades com interesse turístico no país.

Destas, 51 receberam a nota máxima na pesquisa. Estas cidades receberam a nota por terem boa estrutura turística e atrair muitos visitantes.

No estado do Rio, cinco tiveram nota máxima. Além de Cabo Frio e Búzios, Angra dos Reis, Paraty e a cidade do Rio ficaram no topo da lista. A lista completa pode ser vista no site do Ministério do Turismo.

Número de cidades caiu
O número de cidades com potencial turístico diminuiu entre as edições de 2013 e de 2016 do Mapa do Turismo Brasileiro, segundo dados do Ministério do Turismo. Em 2013, foram mapeados 3.345 municípios em 303 regiões turísticas em todo o país. Já na versão atual, são 2.175 municípios em 291 regiões turísticas.

De acordo com o Ministério do Turismo, dos 26 estados do país, 24 tiveram o número de municípios reduzido entre as versões de 2013 e 2016. Apenas Pará e Santa Catarina registraram um aumento.

Segundo o governo, no entanto, a queda no número de cidades é considerada benéfica, pois, com uma versão mais enxuta, "os órgãos conseguem priorizar, efetivamente, os municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento".

Elaboração do mapa
Segundo o governo, o mapa funciona como uma base de orientação para melhor direcionar políticas e verbas públicas para áreas e cidades com potencial turístico.

A construção do mapa é feita em conjunto com os órgãos de turismo estaduais. Foram feitas oficinas e reuniões em todos os estados para definir quais cidades se enquadram nos critérios adotados.

Esses critérios são baseados em uma portaria do ministério que considera, entre outras questões, a existência de um órgão responsável pelo setor, de verba específica e a oferta turística regional. A cidade também precisa assinar um termo de compromisso com o Ministério do Turismo.



Fonte : G1
Foto   : Rebeca Nascimento G1