Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Com caixões impedindo a passagem dos veículos, coveiros fazem protesto na ponte Deputado Marcio Correia

Sem receber salário, os coveiros de Cabo Frio, literalmente, fecharam o trânsito num dos locais mais importantes e de maior fluxo na cidade: a ponte Deputado Márcio Correia, que liga a Avenida Wilson Mendes, que é uma das entradas do município, ao Itajuru, área central.

Exatos dois meses após fazerem ato semelhante, por conta do mesmo problema, a situação continua causando transtorno aos funcionários - que trabalham sem receber, aos familiares dos mortos - que não conseguem enterrar seus entes - e nesta segunda-feira (12) o problema atingiu os motoristas, que por mais de uma hora e debaixo de sol quente, não tiveram outra alternativa a não ser esperar que o caminho fosse liberado.

Além dos salários, a categoria cobra benefícios atrasados da Prefeitura. Revoltados, familiares de mortos colocaram restos de caixões no meio da via - que passa em frente ao Cemitério Santa Isabel. Nesta segunda, havia quatro corpos para serem enterrados; um foi sepultado pela manhã e os outros três - um deles há quatro dias na espera por vaga - serão sepultados em Cabo Frio (Santa Isabel), no Jardim Esperança (cemitério Jardim dos Eucaliptos) e o outro em São Pedro da Aldeia, após longo tempo de negociação.

Após 1h10 de reivindicações, a ponte foi liberada pelos protestantes, que retiraram os entulhos para os veículos continuarem o trajeto.





Fonte : RC24hs
Foto   : Reprodução video no próprio site da fonte