Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Perna que foi achada pode ser de piloto da Marinha que ainda está desapareciso

A Marinha do Brasil aguarda o resultado de exames feitos no Instituto Médico Legal (IML) para avaliar se há relação entre a parte de uma perna humana encontrada na Praia Negra, em Maricá, RJ, na segunda-feira (5), e o acidente aéreo com o caça no dia 26 de julho em Saquarema. O piloto está desaparecido desde que a aeronave caiu no mar durante um treinamento padrão de ataque a alvos de superfície. 

A 82ª Delegacia de Polícia está responsável pela investigação do caso da perna achada por pescadores.

A Marinha informou que "tomou conhecimento, não oficialmente, do aparecimento de uma parte de um corpo humano no litoral de Maricá.

A Força está tomando as providências para averiguar se há relação com o acidente ocorrido em 26 de julho. Para tanto, estabeleceu contato com o Instituto Médico Legal a fim de proceder com os exames necessários".

A costa de Maricá é limite com a de Saquarema, e a companhia não descarta a hipótese da parte humana ter sido levada para a Praia Negra por correntes marítimas, como aconteceu com os pneus do trem de pouso da aeronave, que foram encontrados na costa de Arraial do Cabo e Cabo Frio. As peças foram as únicas do caça localizadas até o momento.

A corporação abriu um Inquérito Policial Militar, que tem prazo para a apresentação de um parecer em até 60 dias depois da abertura do processo, no dia 27, um dia após a aeronave desaparecer no mar. Uma comissão também investiga o caso.

Fonte : G1
Foto : Rebeca Nascimento G1